5 dicas para comprar um carro usado sem ter “dor de cabeça”

30 de novembro de 2018 19 0

Comprar um carro novo é algo que todo mundo deseja e quer fazer um dia. No entanto, em muitos casos, é mais interessante comprar um automóvel usado, já que eles possuem manutenção mais barata, preços mais baixos e condições de pagamento mais flexíveis.

O que acontece na hora de comprar um veículo usado é o aparecimento de muitas dúvidas em relação a este carro, principalmente na parte do motor, do desgaste e demais problemas relacionados à utilização por muito tempo. Por isso, saiba agora como comprar um carro usado com segurança:

1 – Saber se ele foi batido

Se o carro foi bem consertado é difícil perceber. Mas o que os profissionais recomendam verificar é o alinhamento de portas, capôs e porta-malas, se há irregularidade nos tons da pintura e olhar minuciosamente os parafusos, em especial das portas e tampas. Esses parafusos, quando vêm de fábrica, são geralmente pintados na cor da carroceria. Quando eles são de outros tons, é porque já houve algum conserto.

2 – Evite comprar em cidades muito afastadas

Apesar de podermos encontrar ótimas propostas em outras cidades e até mesmo em outro estado, comprar um veiculo nestas condições pode ser arriscado. Eventuais problemas como no caso de uma cobertura da garantia ou até mesmo restrições na documentação do veículo se tornam bem mais complicadas de se resolver. Em todo caso se o negocio for irrecusável tenha sua atenção redobrada.

3 – Peça ajuda a um bom mecânico

Mesmo que você possua conhecimento suficiente para analisar um veículo, não custa nada pedir para um mecânico de confiança realizar essa tarefa de maneira mais profissional. Sem a emoção da compra, ele terá uma visão imparcial e conseguirá ver coisas que você nem imagina.

4 – Descubra se o carro não é roubado

As concessionárias já realizam essa checagem e garantem a procedência dos veículos vendidos aos clientes. Ao comprar um veículo de pessoa física, no entanto, é necessário fazer uma vistoria. Cheque os número do chassi, dos vidros e da placa. Veja se são os mesmos que estão no documento.

Verifique no site do Detran se a placa do carro é verdadeira e se não há pendências – como multas – a serem pagas. Analise também se o documento do veículo não é adulterado. Os verdadeiros possuem um alto-relevo em toda a sua volta. É importantíssimo que a vistoria seja feita com o documento original – e não por cópias enviadas por fax.

Se alguém comprar um carro e, numa blitz policial, descobrir que ele foi furtado no passado, vai perder todo o dinheiro que desembolsou. Na dúvida, o mais recomendado é contratar empresas especializadas em vistorias de veículos, que podem realizar esse serviço por menos de 100 reais.

5 – De olho na quilometragem

Nem sempre é possível acreditar na quilometragem marcada no odômetro, procure por sinais que demonstrem incompatibilidade entre o desgaste e os quilômetros que aparecem no painel. Lembre-se que carros com alta quilometragem mas que foram bem mantidos, revisados, etc. Podem estar melhor para uso do que carros com baixa quilometragem que nunca foram cuidados com propriedade. Mas uma coisa é certa, carros bons e com baixa quilometragem, custam mais.

Categories: Carro
share TWEET PIN IT SHARE share share
Leave a reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =